Promoção de milhas é sinônimo de viagem certa. O Itaú lançou uma promoção de 30% nas milhas, e lá fomos nós. Pegamos uma passagem para Madrid para passarmos o feriado da Páscoa por lá.

Chegamos em Madrid na sexta-feira de manhãe pegamos o nosso carro no próprio aeroporto. Fizemos reserva através do site da economycarrentals e a locadora foi a budget. Foi um atendimento super rápido e pegamos um carro praticamente zero. Seguimos para o nosso primeiro destino: Navarra, que fica aproximadamente 4h de Madrid.

No caminho, resolvemos parar na cidade de Soria para almoçar. O nosso guia michelin dizia ter um restaurante estrelado, mas como era sexta feira santa, o restaurante estava lotado.

Demos uma volta pela cidade, que é bastante charmosa, e achamos um restaurante na praça da cidade.

Decidimos ficar e fazer nossa refeição ali mesmo. Não era nenhum restaurante estrelado, mas a comida estava boa, os atendentes muito simpáticos e o vinho estava bem agradável.

Seguimos então nossa viagem até Navarra, um dos antigos reinos da península Ibérica que surgiu no século IX. Essa comunidade autônoma situa-se ao Norte da Espanha, entre o país Basco, Aragão e La Rioja, sendo limitada pela cordilheira dos Pirineus, uma fronteira natural com a França.

A Denominação de Origem (D.O.) foi construída sobre seus vinhos rosé da uva garnacha, hoje leves e frescos. Mas atualmente os tintos são os de maior expressão, feitos da tempranillo e da garnacha. O uso de uvas estrangeiras como as tintas merlot, cabernet sauvignon e cabernet franc beneficiou a qualidade dos vinhos locais. Navarra apresenta cinco sub-regiões: Ribera Alta, Ribera Baja, Baja Montana, Tierra Estela e Valdizarbe.

Ficamos hospedados na vinícola Arinzano. Escolhemos essa, pois o gerente é um amigo antigo de nossa viagem a Bordeaux. Um lugar lindo! É uma casa com apenas 4 quartos. O serviço bastante exclusivo, com atendente super atenciosos.

 


Havíamos marcado nossa visita para o dia da nossa chegada. Após colocar as coisas no quarto, seguimos para visita.

As visitas são todas exclusivas e individuais. Primeiro fizemos a visita na área de produção, onde degustamos alguns vinhos ainda em barrica e depois seguimos para as vinhas.

De carro, fomos até o ponto mais alto da propriedade para degustar um delicioso vinho Rose.

Uma vista indescritível, um vinho delicioso e uma companhia maravilhosa.

 

 

Julian sempre muito atencioso e dedicado ao seu trabalho. Apesar de ser francês, fala português muito bem.
Como já sabia que estaríamos cansados, agendei nosso jantar na própria vinícola. Julian e  sua esposa nos fizeram companhia. Tivemos uma deliciosa noite! A comida estava impecável, o atendimento top e os vinhos, sem palavras. Após o jantar, finalmente fomos descansar. Foi um dia bastante longo.

 

 

 


Acordamos e fomos para o café. Uma sala exclusiva para nós com vista para o jardim e várias comidas deliciosas.

 

 

Tudo muito especial. Depois  fomos  conhecer a igreja

e adega de presunto ibérico. Sensacional!

Tínhamos uma visita agendada para o dia: Marqués de Riscal!

Apesar de estar localizada em La Rioja, nosso segundo destino, fomos desde Navarra pois foi o único dia que conseguimos reserva. Gostaríamos de ter ido na Bodega Otazu, mas eles não tinham disponibilidade para esse período.


Uma vinícola grande e, por ser feriado, estava muito cheia. Nossa visita tinha em torno de 30 a 40 pessoas no grupo, o que torna a visita bastante turística.

 

 

 

Após a visita fizemos a degustação de dois vinhos básicos da casa, um branco Rueda Vendejo 2018 e um tinto reserva 2014.

 

 

Após essa degustação, fizemos uma degustação especial para área comercial.

Nos serviram outros dois vinhos, um branco Finca Montico Rueda 2018 e um tinto Finca Torrea 2016, com uma tábua de presunto ibérico e queijos. Estava uma delícia!!! Tivemos a companhia de um atendente que nos explicou sobre os vinhos e um pouco mais sobre a história da vinícola.

 

Havíamos agendado almoço na vinícola. Restaurante Gastronomico Marqués de Riscal. Com 1 estrela no guia michelin, você tem apenas 2 opções para almoço. 14 ou 21 pratos que podem ou não serem harmonizados com o vinho.

Com valores a partir de €110 por pessoa. A comida estava gostosa, o atendimento é top, mas, para mim, foi muita comida. Mesmo sendo pratos pequenos, 14 pratos foi muita coisa.

Outro detalhe é que as pessoas que estão na mesma mesa só podem escolher o mesmo menu.

Nós 2 optamos pelo menu de 14. Joca pediu a maridage com vinhos que custa €45.

 

Eu escolhi apenas uma taça de um vinho, que me agradou bastante.

Mas charmoso mesmo, foi o café. Com uma forma toda especial de ser feito e servido em taça de vinho. Adorei!!!

Fomos conhecer a pequena Elciego.

Uma pequenina cidade onde fica a Marques de Riscal. As cidades, normalmente são bem pequenas, sempre com uma igreja linda e uma praça central. Consegue-se conhecer várias no mesmo dia.

Fomos para Laguardia. Considerada um das cidades mais bonitas da Espanha. Cada uma das cidades escolhidas, ganha uma placa de reconhecimento por ser um das mais belas. São apenas 50. Laguardia fica no alto.

Você consegue chegar de carro, mas fomos de elevador panorâmico.

Com uma grande parte ainda murada, formada por ruas estreitas, casas, bares e lojas. Uma graça!!! Bom para ir à noite, curtir os petiscos de bar em bar.

 

 

Depois fomos seguindo em direção à Pamplona, onde havíamos marcado jantar com Julien. Passamos por Puente La Reina no caminho. Uma graça!!!

Nossa ideia em Pamplona era pular de bar em bar para provarmos os melhores petiscos de cada lugar.

Tradição espanhola. Mas era sábado de Páscoa e estava tudo lotado. Conseguimos ir ao bar Baserriberri, onde Julien disse ser o seu petisco favorito.

Estava, realmente, delicioso.

Parecia um pão de queijo com carne assada por cima. Degustamos com uma taça de vinho e seguimos para o restaurante escolhido: El Burladero.

Um lugar muito aconchegante, com atendimento bem legal, comida gostosa e uma ótima carta de vinhos. Tivemos uma noite muito especial!!!

 

 

Acordamos e nos despedimos de nossa 1a hospedagem.

Descemos um pouco em direção a nossa próxima visita: Pago de Cirsus.

A propriedade de Bolandín, onde está localizada a vinha, a Vinícola Pago de Cirsus, o Hotel-Chateau e o Restaurante Pago de Cirsus, fica no Município de Ablitas, no extremo sul de Navarra, a uma altitude de 395 metros acima do nível do mar. Um lugar lindo!

Fomos recepcionados por Naudii. Uma pessoa super especial e atenciosa. Nos levou ao redor de toda a área de produção, nos mostrou o hotel, inclusive os quartos.

Fizemos a degustação na varanda do restaurante, que tem uma vista maravilhosa. Degustamos 2 vinhos. Um chardonnay 2018 e um rose fermentado em barrica 2018. Gostei de ambos mas o rose estava especial.

 

Almoçamos no restaurante da bodega, com um visual deslumbrante das vinhas da região.

 

 

Menu fixo com maridage de vinhos. O restaurante é qualificado pelo guia Repsol com 1 sol. O guia repsol é um guia estilo guia michelin mas só existe para Portugal e Espanha. Muito bom para usar e tem ótimas dicas também. Finalizamos o dia degustando um vinho do Porto na área externa do restaurante. Amamos cada momento!!!

 

Nossa viagem por Navarra finalizava ali. Seguimos para o próximo destino: La Rioja.