Topo

Vamos de Viagem

A vinícola fica na região de Lujan de Cuyo, cerca de 20 Km do centro de Mendoza, e teve seu nome dado a partir de uma lenda da região. “A lenda diz que as mulheres mapuches caminhavam sem levantar a cabeça, por medo de enfrentar o olhar de um deus muito jovem e bonito. Um dia, a mais destemida delas,  apesar de temerosa, enfrentou o olhar do temido deus. Neste momento um relâmpago a atingiu e ela se apaixonou loucamente. O deus, comovido, levou-a consigo para o Norte, até este pico que chegava ao céu e de onde nascia uma forte luz: o Aconcágua. Ele deveria partir. Mas, ofereceu à mulher uma moradia: Ruca Malen, “a casa da jovem”. E também, como um feitiço, ofereceu-lhe um néctar para que ela pudesse tomar e vivenciar de novo toda a alegria de seu olhar.”

É uma vinícola jovem, que teve os trabalhos iniciados em 1998 e a primeira safra foi em 1999 e desde então vem aumentando a sua produção que hoje é de aproximadamente 1 milhão de litros por ano.

O tour inclui um circuito informativo na vinícola com uma degustação de 3 ou 6 vinhos e você pode também aprender a criar um blend sob a orientação da sommelier, usando os elementos do laboratório. Há uma grande quantidade de varietais para degustar em suas três diferentes linhas: Yauquen, Ruca Malen e Kinien e pode ser feito em espanhol, português e inglês.

Conta com um almoço que dizem ser espetacular. Eu, infelizmente, não consegui reserva. O almoço é servido em 5 etapas e a harmonização é elaborada em conjunto pelo chef, pela sommelière e pelos diretores da vinícola. O menu varia de estação para estação e é sempre renovado.

Maiores informações:

http://bodegarucamalen.com/

mendoza@bodegarucamalen.com

[Best_Wordpress_Gallery id=”49″ gal_title=”Ruca Malen”]

 

 

POSTAR UM COMENTÁRIO